Sete dicas para escrever textos persuasivos para seu blog

No post de hoje você verá como tornar seus artigos mais faces de ler, como escrever conteúdos bem elaborados que prenda a atenção dos seus leitores? E como respeitar as regras gramáticas com sentença claras e simples que prenda a atenção do seu público? Essas são algumas dicas que abordaremos no artigo de hoje.

 

 

Sete dicas para você escrever melhor seus textos

 

Dica 1: Repetição intencional de palavras

Você ver um rosto nas nuvens? Nossa mente está acostumada a detectar padrões até mesmo onde não existe, esse efeito é chamado de pareidolia. Talvez o nome não seja comum, mas eu tenho certeza que você já viu algum animal ou um rosto em nuvens ou montanhas e até mesmo formatos de rostos humanos em objetos. Qual é a relação disso com repetição intencional de palavras?

 

Nós podemos usar esse poder da superdetecção de padrões para prender a atenção dos nossos leitores. Veja esse exemplo:

Você tem medo de largar o seu emprego e viver sem uma fonte conhecida de renda. Tem medo dos olhares críticos e desconfiadas dos seus familiares e amigos quando eles ouvirem que a internet é agora o seu lugar de trabalho. Tem medo de passar fome de não ter como pagar suas contas e saber que seus familiares não podem contar com você.”

 

Percebeu como elas dão ritmo de leitura e mantém certa magia conectada entre cada sentença da repetição?

 

Veja outro exemplo da mesma solução desse artigo,

“talvez essa sensação seja apenas uma ilusão. Talvez as suas ideias sejam péssimos, talvez você seja apenas um tolo em busca de uma fantasia”.

 

Para você conseguir aproveitar o máximo do poder da repetição, use apenas três vezes, menos do que isso, nosso cérebro não detecta um padrão e mais do que isso o cérebro pensa como um exagero por atenção. Dessa forma você consegue chamar atenção do seu leitor para o texto de uma forma simples e extremamente efetiva sem parecer desesperado.

 

Dica 2: Regra de três

A regra de três parece com a dica um, mas sem a necessidade da repetição de palavras. A regra dos três é utilizada em várias formas inclusive na história dos três porquinhos, na história dos três reis magos e outras várias histórias.

 

Dica 3: Palavras de transição

O objetivo de uma linha de texto e fazer o leitor ler a próxima linha de texto, mas como fazer para o texto ficar conectado apenas com simples palavras? É testando forma que atraem palavras de transição. Palavras de transição são palavras e frases que juntam duas ideias, sentenças o fragmento de sentenças.

 

Por exemplo: “Você deseja ser livre, mas não sabe como” Conseguiu identificar qual é a palavra de transição essa frase? Palavras de transição podem ser categorizadas em conjunções como, mas, para, se, senão, porém. Exclamações como, claro, bem, sim, não, e conclusões como, logo, assim, enfim, afinal. Sim essas palavras de transição podem parecer tão comuns ou básicas que temos medos de usá-las.

 

Porém eu posso garantir que seu texto vai ficar muito mais claro objetivo e gostoso de ler. Então use o potencial máximo das palavras de transmissão colocando elas no início de uma sentença ou até mesmo de um parágrafo. Escreva também palavras de transição curtas elas são mais fáceis de ler e faz o leitor ter a impressão que está lendo muito mais rápido do que realmente está.

 

Dica 4: Use Metáforas

Use metáforas, comparações e analogias, exemplo:

Você deseja sair do ponto “A” onde você está, para alcançar um objetivo, o ponto “B”. Porém você não sabe ao certo como percorrer esse caminho, medo, ansiedade, falta de conhecimento são fatores que impedem você de alcançar seus maiores sonhos e objetivos. Sonhos que você nasceu para viver com plenitude, agora imagine se você tivesse em mãos um mapa um guia que mostrasse em detalhes o passo a passo para levar do ponto “A” para o ponto “B”. Um guia recheado com conhecimento com atalhos para andar mais rápido e com os maiores perigos a ser evitados e como um passe de mágica do seu medo ansiedade e a falta de conhecimento se transformou em confiança, energia e sabedoria para trilhar essa jornada e mudar sua vida. Você tem agora apenas duas decisões, continuar parado observando os seus sonhos e objetivos ficarem cada vez mais distantes ou decidir lutar pelo que é seu por direito percorrer esse caminho para atingir seu sucesso e ter a vida que você sempre sonhou”.

 

Esse trecho acima é um exemplo com metáforas e analogias que poderia ser utilizado em praticamente qualquer tipo de texto para transmitir uma vontade de mudança em que você poderia oferecer as suas ideias ou produto como sendo esse mapa, o guia necessário para o leitor percorrer o caminho de “A” para “B”. Metáforas, comparações e analogias são ferramentas poderosas para você ter e usar no seu arsenal como escritor. Portanto sempre que o texto ficar complicado e sem ritmo, procure usar essas ferramentas para facilitar o entendimento de um ponto de vista.

 

Dica 5:  Texto Escaneável

Nós lemos cada vez menos e cada vez mais rápido na internet, escaneando textos em buscas de dicas preciosas com resultados imediatos. Ao invés de você pensar que deve escrever pouco para não irritar seu leitor, procura pensar diferente. Eu acredito que não existem artigos longos, existem apenas artigos chatos de ler. Sabendo como escrever corretamente e tornando o seu conteúdo escaneável, você evita essa monotonia.

 

Aqui vão algumas dicas para você deixar o seu texto mais escaneável. Use listas, pois elas são eficientes e transmitem a necessidade de ler o próximo item. Subtítulos, use cabeçalhos e subtítulos com tamanhos diferentes como 1, 2, e 3 no Word para quebrar parte do seu texto, enfatiza os principais pontos, procure usar palavras em negrito ou até mesmo e Itálico para destacar partes importantes no seu texto.

 

Use também imagens com subtítulos funciona muito bem para definir transições entre determinadas partes do seu texto. Pensamentos e frases, se uma imagem vale mais do que mil palavras. Pensamento forte e inspirador pode explicar mais do que qualquer imagem.

Abaixo vou mostrar um dos meus favoritos:

Seu tempo é limitado então não o desperdice vivendo a vida de outra pessoa, não deixe que a opinião dos outros cale a sua voz interior”.  Steve Jobs, na Universidade de Stanford 2005.

 

Outra dica é você escrever sentenças curtas bem divididas. Você já recebeu um e-mail ou leu um texto em que o autor colocou dez linhas de texto no mesmo parágrafo sem espaço algum? Eu aposto que sim e também a posto que a sua reação não foi das melhores. Provavelmente você nem leu o texto completo, ideias que nunca chegaram até você por um simples erro.

 

Quando você escreve com sentenças curtas quebrando mais o seu texto, você garante uma sensação mais rápida de leitura além de não tornar o seu texto automaticamente e chato, associado a um artigo científico ou acadêmico. Procure usar no máximo seis linhas por parágrafo, use também mais separações no seu texto através de vírgulas pontos e palavras de transição.

 

Dica6: Use Bullet Points

O uso do Bullet Points ajuda o leitor a identificar um grupo de ideias relacionadas, eles conseguem quebrar uma densa sentença e uma lista fácil de ler, além de ajudar na organização visual, garantindo maior destaque para essa área no seu artigo. Veja como a sentença ficaria usando os Bullet Points:

 

  • Ajudam o leitor a identificar um grupo de ideias relacionadas.
  • Quebram uma dessa sentença em uma lista fácil de ler.
  • Ajudam na organização visual garantindo maior destaque em seus artigos.

 

Dica 7: Evite o Gerundismo.

Note esse texto:

Não fique escrevendo ou falando no gerúndio você vai estar deixando seu texto pobre, estar causando ambiguidade, com certeza você vai estar deixando seu conteúdo esquisito, vai estar ficando com a sensação de que as coisas ainda não estão acontecendo como você, vai estar lendo esse texto  e achando esquisito, vai estar prestando atenção e vai estar repassando aos seus amigos”.

 

Você percebe como fica difícil e demorado ler esse texto carregado de gerundismo que é o uso deliberado de gerúndios? Ao invés de escrever, como você vai estar deixando, use “deixará”, ou então vai estar ficando, “ficará”, ou vão estar pensando, use “pensaram”. Desta forma você economiza espaço e garante uma comunicação muito mais assertiva.

 

Esse foi o nosso post de hoje para ajudar escrever artigos mais faces de ler. Se gostou do post de hoje, deixe seu comentário abaixo ele é muito importante para nosso blog.

 

Até o próximo post.

Receba um E-book totalmente grátis com o tema “Cinco passos para criar seu negócio do zero na Internet”.

Deixe uma resposta